quinta-feira, 18 de maio de 2017

Judiciário pode aproveitar o mesmo camburão e conduzir, sob aplausos, tipos como Lula, Dilma, Temer, Renan, Aécio... ao xadrez

(Atualizado às 7h51)

O Judiciário tem nas mãos uma ótima oportunidade de melhorar a sua imagem negligente, para dizer o mínimo, diante dos brasileiros.

Basta aproveitar o mesmo camburão e meter no xadrez Lula, Dilma, Temer, Renan, Aécio e outros meliantes, que levam a vida na flauta em face da 'cegueira' dos senhores ministros do Supremo Tribunal Federal.

Jogar de uma vez por todas esses pilantras no xilindró receberia os aplausos da imensa maioria dos brasileiros. Que trabalha, paga impostos e merece respeito.

Além do mais, representaria a certeza de que a corrupção sofreria uma baixa contundente, e sobraria grana a para saúde, a educação, a segurança, a infraestrutura...

E, sobretudo, alertaria os milhões de jovens que acreditam que o crime compensa que a farra chegou ao fim.

Fato é,  como diria Andréia Sadi, quando um jovem contempla tipos como Lula, Dilma, Temer e Renan soltos, sonha um dia ser tão corrupto quanto os indigitados.

Vamos ver se o Supremo Tribunal Federal cumpre o seu papel e encarcera a escória que rouba o dinheiro do povo.

Em tempo: e para de soltar os bandidos de colarinho branco que Sérgio Moro e outros juízes têm mandado para a cadeia.

Em tempo II: O STF determinou o afastamento de Aécio Neves do Senado e a prisão da irmã do senador




Um comentário: