quinta-feira, 18 de maio de 2017

'Não roubarão nosso país de nós', diz Deltan Dallagnol

Folha de São Paulo

O Procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, fez um "desabafo", nas suas próprias palavras, na rede social Facebook na noite desta quarta (17).
O texto foi publicado pouco após ser divulgada a informação de que o presidente Temer foi gravado por um dos donos do grupo J&F, proprietário do frigorífico JBS, falando sobre a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Compartilhando uma publicação de Carlos Fernando Dos Santos Lima, também coordenadores da força-tarefa, Dallagnol disse:
"Desabafo desta noite, somando-me ao que colocou abaixo o colega da Força Tarefa, Carlos Fernando. Há muitas reformas necessárias, mas a prioritária é a Anticorrupção. Ninguém mais aguenta toda essa podridão. Se este Congresso não fizer as reformas necessárias contra a corrupção, será uma confissão de incompetência e merecerá a vergonha dos crimes que o cobrem - com as honrosas exceções daqueles que estão lutando por essas mudanças. E a melhor coisa que a sociedade poderá fazer, além de protestar, será mostrar sua indignação nas urnas, colocando no Congresso em 2018 pessoas comprometidas com as transformações que queremos ver. Não roubarão nosso país de nós. Lutaremos por ele até o fim".

Nenhum comentário:

Postar um comentário